Google lança arquivo sobre Nelson Mandela

São 27 anos de correspondência, diários e notas da autoria de Nelson Mandelaenquanto esteve preso. O arquivo digital foi lançado pela Google e anunciado no seu próprio blog. A iniciativa cabe ao Centro de Memória de Nelson Mandela e ao Google Cultural Institute.

O projecto Arquivo Digital de Nelson Mandela mostra o que seria o dia-a-dia do antigo chefe de estado no período em que esteve preso. Estão agora disponíveis as cartas trocadas com a família e amigos, as notas pessoais e o seu diário escritas ao longo dos vinte e sete anos prisionais do primeiro presidente negro da África do Sul. Notas sobre as negociações, entre 1990 e 1994, quepuseram o fim ao apartheid na África do Sul estão também disponíveis. As memórias são apresentadas com vídeos, textos e fotografias.

O arquivo mostra ainda a fotografia mais antiga de Mandela assim como da sua cela em Robben Island – onde passou dezoito anos preso – e rascunhos nunca antes vistos da sua autobiografia “Longo Caminho para a Liberdade”.

No próprio site do arquivo é possível fazer doações para o Centro de Memória de Nelson Mandela. A Google doou 1,25 milhões de dólares para o projecto.

Fonte: Tecnologia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s