Membros do LulzSec presos após denúncia do líder ao FBI

A notícia está a chocar a comunidade hacker em todo o mundo: o próprio líder dos LulzSec denunciou outros membros importantes do movimento online, acabando na detenção de cinco pessoas.

Hector Xavier Monsegur, conhecido no mundo da Internet por “Sabu” e presumível líder dos LulzSec foi secretamente apanhado em Junho de 2011 e desde então tem vindo a colaborar nas investigações do FBI. A notícia é avançada pela cadeia de notícias norte-americana Fox News e segundo os relatos da imprensa especializada, é o início do fim do grupo hacker.

“Isto é devastador para a organização, pois estamos a cortar a cabeça aos LulzSec” referiu um oficial do FBI à Fox News. Ryan Ackroyd ou “Kayla”, Jake Davis a.k.a. “Topiary”, Darren Martyn também conhecido como “pwnsauce”, Donncha O’Cearrbhail  ou“palladium” e Jeremy Hammond,  “Anarchaos” foram os cinco elementos detidos durante a operação. Hammond é suspeito de também estar ligado às actividades dos Anonymous e as duas investigações serão feitas separadamente. As detenções foram feitas na manhã de 6 de Março e decorreram simultaneamente nos EUA, Reino Unido e Irelanda.

Desde o dia 5 de Março que a conta de Twitter pertencente a “Sabu” está desactivada,  mas os últimos tweets feitos apelam à revolução e à luta contra os agentes federais.

Mensagem em alemão que quer dizer “A revolução diz que eu sou, eu fui e eu serei”

“O governo federal é dirigido por um bando de cobardes f******.
Não se entreguem a estas pessoas. Ripostem. Mantenham-se fortes”

O hacker “Sabu”, de 28 anos e pai de dois filhos, ainda ironizou na sua conta de Twitter ao dizer que “se não fossem os informadores ou as empresas a cederem fornecendo dados de utilizadores, os agentes federais estariam muito mais atrasados nas investigações”.

Depois de as detenções terem sido executadas, e também através do Twitter, o grupo Anonymous referiu que Hector “Sabu” Xavier estava do lado do FBI, que tinha sido bloqueado e que sugeriam todos a fazer o mesmo.

E um outro tweet que promete retaliação contra a suposta denúncia do líder dos LulzSec


As supostas declarações feitas por Hector Xavier ao FBI foram usadas como provas para a detenção feita aos elementos do LulzSec e serão usadas para os incriminar em tribunal. Ainda não há nenhuma informação sobre o tipo de acordo que “Sabu” pode ter arranjado com a justiça norte-americana a fim de alegadamente denunciar os restantes membros dos activistas online.

Os LulzSec são um grupo de hackers que invadem sites e roubam dados sensíveis apenas por divertimento e pela emoção de fazer estragos. “For the lulz” (Só para os risos) é o mote da comunidade que já atacou a Sony, a Marinha norte-americana e a operadora de comunicações AT&T. Desde Agosto de 2011 que o grupo não reivindica oficialmente nenhum ataque, mas estima-se que no total seja cerca de um milhão o número de pessoas afectadas pelas acções do grupo de hackers.

Fonte: Tecnologia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s