O futuro dentro de casa


Os dispositivos ligados à comunicação e ao entretenimento têm-se desenvolvido bem, mas isso não quer dizer que os produtos electrónicos lá de casa tenham parado no tempo.

Uma empresa que revelou um forte projecto para o futuro da electrónica caseira foi a LG. O nome do conceito é Electronics Smart ThinQ e prevê melhorias em diversos electrodomésticos da casa, tanto a nível funcional como a nível comunicacional. Frigoríficos, aspiradores, fornos e máquinas de lavar, todos têm direito a desenvolvimento tecnológico segundo a perspectiva da fabricante sul-coreana.

As máquinas de lavar passam a incorporar um sistema inteligente de tabelasque permite cruzar dados de modo a que as tarefas a serem executadas pela máquina melhorem a eficiência da lavagem. Por exemplo, se o utilizador tivesse o bi-horário da EDP, a máquina de lavar recomendaria determinado horário para fazer a lavagem, ou dir-lhe-ia se a lavagem que está prestes a fazer compensa ou é melhor esperar por mais roupa.

Os frigoríficos por seu lado teriam a função de gestores inteligentes, comunicando com o utilizador quando este estivesse no supermercado, dizendo que produtos estão em falta e em que zona do mercado os pode encontrar. Através de uma aplicação no smartphone seria possível registar todos os dados relativos às compras, como a data de validade de um produto ou o tempo de consumo recomendável, e consoante essa informação, o frigorífico aconselharia uma gestão dos alimentos de maneira a não haver desperdício.

conexão entre electrodomésticos e dispositivos móveis é uma possibilidade que a LG pretende explorar, o que facilitaria certas tarefas. A título de exemplo, imagine que alguma coisa está errada com a máquina de lavar e não sabe o que é — aproximando o smartphone do aparelho avariado é feito um diagnóstico, o problema é reportado no telemóvel, que procuraria depois numa base de dados a resolução ou simplesmente daria a informação da acção a realizar para deixar o aparelhos novamente funcional.

Outro exemplo dado pela fabricante, é o de meter a comida no forno e quando estivesse pronta, os elementos da família seriam notificados no seu telemóvel. Ouactivar o aspirador a partir do trabalho caso se tenha esquecido de limpar a casa — é o acesso inteligente que a LG quer dar aos electrodomésticos.

Os diversos aparelhos teriam ainda a possibilidade de download de novos softwares para estarem cada vez mais completos e aptos nas tarefas do dia-a-dia, como baixar novos programas de lavagem para a máquina ou melhorar o nível de reconhecimento de receitas por parte do forno. Os electrodomésticos adaptam-se constantemente às exigências dos utilizadores.

O vídeo que se segue resume a ideia da LG Electronics Smart ThinQ:

Outra ideia que pode vir a ser aplicada é a Thermodor’s Freedom, uma placa de fogão que funciona através de indução e se caracteriza pelo painel único, isto é, sem divisão para as panelas. O conceito futurista de fogão trás ainda uma ecrã touch de 6 polegadas onde é possível ver a posição das panelas e aumentar ou reduzir a temperatura apenas para as áreas determinadas. O Thermodor’s Freedom tem uma potência máxima de 4600 watts e tem o preço de 4949 dólares (3882 euros).

E quem diria que o mundo conheceria avanços tais que até as escovas de dentes se tornariam bichos tecnológicos. A Oral-B criou a Triumph 5000A Smart Guide, uma escova de dentes que traz um dispositivo wireless que monitoriza a maneira como o utilizador lava os dentes. Se estiver a escovar com demasiada força é avisado, quando for necessário escovar do outro lado da boca também é avisado, e se lavou os dentes durante pouco tempo o ecrã com uma figurinha avisa-o de que são precisos mais uns minutos de escovadela.

Oral-B diz que no espaço de trinta dias a Triumph 5000A Smart Guide consegue alterar a sua maneira de lavar os dentes (imagine o quão chata deve ser a escova..). cada trinta segundos a escova muda o modo em que estava a rodar para avisá-lo de que deve também mudar de lugar na boca. Ao fim de dois minutos a escova diz-lhe que os dentes talvez já estejam bem lavados. O mecanismo especial está nas cabeças das escovas que comunicam depois com um receptor que trata os dados. O preço de um personal-brusher Oral-B é de 159,99 libras (194 euros).

Os mais ávidos de tecnologia podem ficar descansados pois nem só de smartphones, tablets e televisões vivem as pessoas — e os fabricantes sabem disso. O problema está no tempo que irá levar até que todos tenhamos estes conceitos em nossas casas. E pelos exemplos dados, não será uma remodelação de todo barata. Primeiro é preciso que a tecnologia dos produtos electrónicos caseiros se uniformize, provocando uma descida nos preços. Depois é só disfrutar dos robôs de limpeza activados à distância ou do forno que ajuda a mãe a chamar a família na hora do «tacho».

Fonte: Tecnologia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s